“NOTÍCIAS DE LAFÕES” é um jornal independente orientado por critérios de imparcialidade,

objectividade, rigor e isenção que permitam guardar equidistância em relação às instituições, sejam elas de carácter político, religioso, económico ou outro.


No desenvolvimento da sua actividade obriga­se a:


1. Respeitar todos os normativos legais estabelecidos para o sector, não permitindo o aproveitamento do seu conteúdo a favor de outros interesses que não sejam os que são definidos no presente estatuto.

2.­ Contribuir para o esclarecimento da comunidade, noticiando e promovendo o debate de ideias, principalmente as que digam respeito ao desenvolvimento integrado da região.

3. Colaborar com as diversas instituições que não tenham fins lucrativos, ajudando à formação e realização dos seus objectivos.

 

LEI DA TRANSPARÊNCIA

DIVERVOUGA – DIVERSÕES DO VOUGA, LDA

ESTRUTURA DO CAPITAL SOCIAL

Relação dos titulares

- Lino Augusto Vinhal: 80%

Participação noutros órgãos de comunicação social:

Rádio Regional do Centro, Lda.: 80%

Rádio Soberania – Empresa de Radiodifusão, Lda.: 90%

Regivoz – Empresa de Comunicação, Lda.: 50%

Sociedade Editora Lafonense, Lda.: 50,92%

António Sousa Herdeiros, Lda.: 94%

 

- António Carlos Ferreira Rodrigues Figueiredo: 5%

- Aurélio Gomes de Almeida: 5%

- Eurico Gomes de Almeida: 5%

- José Nicolau Gomes Figueiredo: 5%

 

FLUXOS FINANCEIROS

Capital próprio: 17 739,32 €

Activo total: 61 728,87 €

Passivo total: 43 989,55 €

Resultados operacionais ou resultados antes de depreciações, gastos de financiamento e impostos: 8 910,15 €

Resultados líquidos: 7 144,22 €

Montantes dos rendimentos totais: 50 847,19 €

Montantes dos passivos totais no balanço: 43 989,55 €

Montantes totais dos passivos contingentes com impacto material nas decisões económicas: Não tem

Relação das pessoas singulares que representem mais de 10% dos rendimentos totais: não tem.

Relação das pessoas singulares ou coletivas que representem mais de 10% da soma do montante total de passivos no balanço e dos passivos contingentes com impacto material nas decisões económicas: não tem.

RESPONSÁVEL PELA ORIENTAÇÃO EDITORIAL E SUPERVISÃO DOS CONTEÚDOS DIFUNDIDOS

Márcia Páscoa Carvalho

________________________________________________________________________________________________

 

REGULAMENTO DE PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS

            Com a entrada em vigor do novo regulamento europeu de protecção de dados pessoais a 25 de Maio de 2018, só podemos continuar a comunicar consigo se der o seu consentimento expresso, através da revalidação do seu nome e email.

            Dando-nos o seu consentimento, podemos continuar a comunicar consigo, através do marketing digital,  partilhando newsletters, convites para eventos, acções promocionais e outras informações que lhe poderão ser úteis.

            Poderá dar-nos o seu consentimento enviando email para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , no qual revalida o seu nome e email.

 

POLÍTICA DE UTILIZAÇÃO DE DADOS PESSOAIS E DE PRIVACIDADE

 

  1. Utilização dos Dados Pessoais, de pessoas singulares:

            Os dados pessoais autorizados a tratamento destinam-se à realização de acções de marketing de produtos e serviços comercializados pela Divervouga – Diversões do Vouga, Lda. Os dados pessoais não serão transmitidos a outros, nem serão utilizados para fins diferentes daqueles consentido.

  1. Finalidade:

            O tratamento dos seus dados pessoais tem os seguintes fins:- fornecer os produtos e prestar os serviços solicitados; - entrar em contacto com o cliente na eventualidade de uma alteração do horário marcado, do prazo de entrega ou outro assunto de interesse para o cliente, inerente à concretização da relação contratual; - utilizar as informações de pagamento do cliente para fins de contabilidade, faturação, controlo e auditoria e para detetar e/ou prevenir situações de incobráveis; - utilizar os dados do cliente para fins administrativos ou legais, nomeadamente a análise estatística e de marketing, teste de sistemas, inquéritos a clientes, manutenção e desenvolvimento ou para tratar de um litígio ou reclamação; - Desenvolver acções de marketing digital, nomeadamente divulgar novos conteúdos e lançar produtos, enviar newsletters, convidar e divulgar eventos ou acções promocionais. Estas acções requerem autorização prévia do cliente, podendo os dados pessoais ser a qualquer momento, e a pedido, limitados, retificados ou removidos.

  1. Responsável pelo tratamento de dados pessoais:

            A Divervouga – Diversões do Vouga, Lda é a responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais, por meios automatizados ou não, desde a sua recolha, organização, conservação, até à eliminação.

  1. Contactos:

             A Divervouga – Diversões do Vouga, Lda é uma sociedade comercial por quotas, registada na Conservatória do Registo Comercial de S. Pedro do Sul, pessoa coletiva número 502 511 150, com os seguintes contactos: Rua Direita, nº 48 – 1º andar, 3660 – 489 S. Pedro do Sul; telefone 232 728 439 e fax. 232 728 440 e e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

  1. Prazo de conservação dos dados:

            Conservaremos os seus dados pessoais durante um período de 10 anos, findo o qual, iremos eliminá-los ou destruí-los em segurança. Até lá, os dados serão guardados e conservados até instruções expressas em contrário, ou até que a lei ou decisão judicial transitada em julgado exija a sua eliminação.

  1. Direito de acesso, retificação, apagamento, limitação, oposição e portabilidade dos seus dados:

Tem o direito de, sempre que quiser pedir para:

-        aceder aos dados que nos indicou;

-        rectificar seus dados;

-        apagar dos seus dados;

-        limitar o tratamento dos seus dados;

-        se opor ao tratamento dos seus dados e

-        se proceder à portabilidade dos seus dados para entidade por si indicada.

  1. Direito a reclamar:

            Caso considere que os seus dados não estão a ser tratados em conformidade com a legislação aplicável, designadamente europeia e nacional, lembramos que tem o direito de apresentar reclamação a uma autoridade de controlo (https://www.cnpd.pt/bin/duvidas/queixas_frm.aspx).