A Câmara Municipal de S. Pedro do Sul aprovou, recentemente, em reunião deste órgão, um protocolo com a autarquia viseense para obras de intervenção na ponte sobre o rio Vouga, que liga a localidade do Sobral, da freguesia de Pinho, a Ribafeita, no concelho de Viseu. Esta medida terá efeitos imediatos e será executada a curto prazo e decorre de uma inspecção especial subaquática que foi feita à mesma. Refira-se que essa inspecção detectou anomalias nos respectivos pilares [que serão intervencionados], tendo sido de imediato limitada a circulação de veículos de carga igual ou superior a 3,5 toneladas. Os custos serão suportados em 50 por cento, por cada um dos municípios; e estima-se que esta obra ronde os 90 mil euros.

Leia notícia detalhada na edição impressa.

Está para breve a introdução de uma paragem de autocarro na Rua Serpa Pinto, bem como a abertura do trânsito junto à Capela de São Sebastião, no sentido descendente rumo à Rua de Manuel Ferreira Nunes [Farreca]. Estas duas medidas surgem na sequência das reuniões que este Executivo tem levado a cabo com a Comissão de Comerciantes da Rua Direita que tem vindo a reivindicar soluções que vitalizem o comércio local nesta zona. Estão ainda a ser equacionadas outras medidas, nomeadamente a introdução de parquímetros na zona Histórica da Cidade e a abertura de uma loja de produtos das Termas e de ‘merchandising’, na Rua Direita.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.

Pelo segundo consecutivo, a freguesia de Manhouce, em S. Pedro do Sul, vai ser palco para a promoção da Vitela de Lafões. Referimo-nos à ‘2.ª Festa da Vitela de Lafões', que terá lugar nos dias 23 e 24 de Maio. O evento, que tem como entidades promotoras a Câmara Municipal, a referida Junta de Freguesia, entre outros, vai contar com a presença do Secretário de Estado da Alimentação e da Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito. Assim, durante estes dois dias, o leque de actividades vai ser variado e contará com a boa gastronomia regional, uma chega de bois, um concurso pecuário, uma mostra cultural, a venda de produtos locais, exposição de animais, artesanato, animação musical, actividades desportivas, entre muitas outras acções.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.

 

 

 

A Câmara Municipal de S. Pedro do Sul vai pagar a certificação da Vitela de Lafões, a todos os produtores do concelho, no montante de até 30 euros por cabeça. A medida foi aprovada recentemente e terá efeitos imediatos. Este é um incentivo que a autarquia quer dar aos produtores da Vitela, no sentido de aumentar a sua produção. Contudo, importa salientar que o Município sampedrense é o concelho da região de Lafões que detém o maior número de produtores, cerca de 70, os quais se encontram, sobretudo, na freguesia de Manhouce e na União das Freguesias de Carvalhais e Candal”. Em termos de número de gado a certificar, estima-se que sejam mais de 200 cabeças.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.

 

 

O Balneário Romano, nas Termas de S. Pedro do Sul, que está em ruínas e é Monumento Nacional desde 1938, vai ser reconstruído e requalificado. 1,9 milhões de euros é o valor que a União Europeia vai injectar nesta obra, podendo a autarquia sampedrense ter que comparticipar a mesma em 15 por cento. Respeitar a evolução histórica do dito balneário ao longo dos séculos é o objectivo traçado pelo projecto de reabilitação do espaço, através da criação de uma parte museológica e outra interpretativa. A água quente e fria vai voltar a correr naquele espaço e as banheiras que resistiram à passagem do tempo vão ser aliadas na ‘reconstrução’ de um monumento único no país. O início dos trabalhos poderá acontecer ainda este ano. Quanto ao prazo de conclusão, este está fixado em 12 meses.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.