Numa altura em que as duas corporações da Cidade, Bombeiros Voluntários e Corpo de Salvação Pública, se deparam com demissões de comandantes poderá ser este o momento do Agrupamento dos Bombeiros Voluntários de S. Pedro do Sul, já criado, ir para a frente. Contactados os presidentes das Direcções das corporações em causa, sobre esta possibilidade, disseram-nos que vêem com bons olhos o avançar do Agrupamento e acreditam que é este o momento de “deitar mãos à obra”. Referem também que o Agrupamento reúne todas as condições para que possam ter um quartel de raiz e um parque de viaturas operacionais capazes de acorrer às mais variadas situações que são colocadas aos bombeiros.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.