Com a subida significativa da temperatura e com a Primavera à porta, o concelho de S. Pedro do Sul já começou a sentir o flagelo dos fogos florestais que todos os anos, ora com maior ou menor intensidade, deflagram em vários hectares de mato e pinhal desta região. A verdade é que por vezes os bombeiros não têm mãos a medir para atender às várias chamadas no combate aos incêndios florestais, “muitas vezes causados pela falta de cuidados que algumas pessoas têm em fazer queimadas, numa altura em que o combustível está seco e o vento é moderado” – explicou-nos o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Santa Cruz da Trapa, Francisco Lima. Também em conversa com o nosso jornal, o responsável disse-nos que no passado sábado, dia 14, por volta das 22h30, deflagrou um incêndio florestal numa zona de difícil acesso na zona da Coelheira, na União das Freguesias de Carvalhais e Candal. Mas este não foi o único e no prazo de três dias, outros dois assolaram o concelho.

 

Leia notícia detalhada na edição impressa.