Na política de contenção de custos que a Câmara Municipal de S. Pedro do Sul tem que encetar nos próximos tempos, o “Notícias de Lafões” teve conhecimento que a iluminação pública no concelho está a ser reduzida. Com esta medida a autarquia espera poupar 10 por cento na factura anual de iluminação pública. Em conversa com o nosso jornal, o presidente da Câmara Municipal, Vítor Figueiredo, reconheceu que esta é uma medida incómoda para a população, no entanto, e dado os problemas financeiros da autarquia, impõe-se. Neste sentido, já estão a iniciar-se os cortes em algumas freguesias do concelho. O autarca deu ainda conta que, por ano, saem dos cofres da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul mais de 700 mil euros. Com estes cortes a autarquia espera poupar cerca de 10 por cento.